IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas

Flora regional      Seja um parceiro              logo loja-Ok                           band ingles  band portugues

home ipe

Home > Projetos no Pontal > Conservação do Mico-Leão-Preto

Conservação do Mico-Leão-Preto

O Mico-Leão Preto, cientificamente chamado Leontopithecus chrysopygus, é uma das espécies de primatas mais raras e ameaçadas do mundo. Endêmico da Mata Atlântica do interior do Estado de São Paulo já foi considerado extinto da natureza por muitos anos e, ainda hoje, sua situação é grave visto que a espécie era listada no Red Data Book (UICN) como criticamente ameaçada de extinção. Hoje, devido aos esforços do projeto Mico-Leão Preto do IPÊ este mico é listado em uma categoria mais esperançosa. A maior ameaça à conservação do mico-leão preto é a fragmentação das florestas que ocasiona o isolamento e declínio das populações restantes e a consequente degradação do seu habitat.

Descrição

O Programa de Conservação do Mico-Leão Preto foi a semente para a criação do IPÊ com suas distintas áreas de atuação e equipe. Desde 1984, pesquisadores co-fundadores do Instituto trabalham para a conservação do mico-leão preto na região do Pontal do Paranapanema.

Muitas ações já foram realizadas desde então, envolvendo desde conhecimentos básicos sobre biologia e ecologia, educação ambiental e a elaboração de um plano de manejo para reverter a situação de ameaça à espécie. O Plano de Manejo de Metapopulação considera todas as populações hoje isoladas (subpopulações) como uma grande população, que é manejada através de técnicas que as conectem (como a construção de corredores de matas ou ainda artificialmente, por meio de translocações, reintroduções e dispersões). O manejo também inclui as colônias de cativeiro da espécie.

O Programa de Conservação Mico-Leão-Preto envolve não apenas a conservação dos micos, mas também de todo o ecossistema em que eles ocorrem. A ideia é utilizar a espécie como um símbolo ou "guarda-chuva" para a conservação de áreas florestais prioritárias. O objetivo é recuperar áreas degradadas e/ou criar corredores que conectem os fragmentos de matas onde famílias de micos se encontram isoladas.

Muitas dessas ações dependem de um programa bem elaborado de educação ambiental, que transmita conhecimentos científicos de maneira acessível e sensibilize o público para a importância da conservação desses primatas. Finalmente, o projeto vem buscando alternativas de desenvolvimento sustentável que possam valorizar a natureza local e gerar renda, contribuindo para a efetiva melhoria de vida das comunidades locais e conquistando aliados para a conservação.

Durante os anos de estudos com a espécie podemos listar os seguintes resultados:

  • Conhecimento da biologia/ecologia da espécie em toda sua área de distribuição;
  • Descoberta de novas subpopulações e novas áreas prioritárias à espécie;
  • Atualização da estimativa populacional da espécie, com incremento de 50% no tamanho populacional conhecido;
  • Influência em políticas públicas específicas para a conservação da espécie, que contribuíram na criação de uma Unidade de Conservação Federal (Estação Ecológica Mico-leão-preto);
  • Estudos específicos de técnicas de manejo para a espécie (translocação, reintrodução e dispersão);
  • Ações de educação ambiental e envolvimento comunitário em cinco municípios da área de ocorrência da espécie, atingindo públicos distintos (estudantil, professores, diretores, comunidades rurais e urbanas);
  • Centenas de estudantes capacitados
  • Mais que dez teses (mestrado e doutorado) produzidas com os dados de pesquisa;

Objetivos detalhados do projeto

Manejo de Metapopulação

  1. Monitorar as populações selvagens de mico-leão-preto conhecidas;
  2. Analisar a viabilidade de subpopulações isoladas e do estado da conservação de fragmentos florestais com ocorrência do Mico-Leão-Preto;
  3. Manejo genético e demográfico de pequenas populações isoladas através de formação de grupos novos e translocações para florestas protegidas;
  4. Estudos ecológicos sobre os recursos chaves essenciais para a sobrevivência dos micos
  5. Estudos de reprodução da espécie em cativeiro e em vida-livre;
  6. Novos experimentos de técnicas de manejo conservacionista.

 

Educação Ambiental e Envolvimento Comunitário

  1. Atividades com escolas;
  2. Atividades em eventos de celebração com comunidades urbanas e rurais;
  3. Atividades específicas para gêneros;
  4. Projetos de geração de renda alternativa;
  5. Capacitação de comunidades e estudantes/profissionais.

 

Restauração de Habitat 

  1. Seleção e mapeamento de regiões prioritárias à conservação da espécie;
  2. Projetos de capacitação em comunidades rurais;
  3. Projetos de restauração de habitat (corredores) com comunidades rurais e urbanas;
  4. Monitoramento das áreas restauradas.


Outras atividades

  1. Análise de dados e produção de relatórios e artigos científicos;
  2. Captação de recursos.

Equipe

Gabriela Cabral Rezende, M.Sc. Coordenadora - contato: gabriela@ipe.org.br
Guilherme S. T. Garbino, M.Sc. Coordenador de campo.
José Wilson Alves. Assistente de campo.
André Pereira de Albuquerque. Assistente de campo.
Mirela Alcolea. Estagiária voluntária.

Financiadores

Whitley Fund for Nature - Continuation Funding Spring 2014
Ecosystem Alliance
Durrell Wildlife Conservation Trust - Durrell Conservation Academy Award
Idea Wild
Margot Marsh Biodiversity Foundation / Conservation International (CI)
Disney Worldwide Conservation Fund
Mohamed bin Zayed Species Conservation Fund
Lion Tamarins of Brazil Fund

Apoio

Centro Nacional de Pesquisas e Conservação de Primatas Brasileiros - CPB/ICMBio
Fundação Florestal do Estado de São Paulo - Parque Estadual Morro do Diabo
ICMBio - Estação Ecológica Mico-leão-preto e Floresta Nacional de Capão Bonito
Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo
SISBio/IBAMA - Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade
IUCN/SSC Primate Specialist Group
Fundação Parque Zoológico de São Paulo
COTEC/IF - Comissão Técnico-Científica do Instituto Florestal
Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros - Sorocaba/SP

 

Doe para o projeto

 

 

Galeria de imagens

 

SIGA O IPÊ

Newsletter

Inscreva seu email e receba nossas novidades

ONDE ESTAMOS

Sede Nazaré
Rod. Dom Pedro I, km 47
Nazaré Paulista, SP, Brasil
Caixa Postal 47 - 12960-000
Tel: (11) 3590-0041

Mapa para o IPÊ

Home > Projetos no Pontal > Conservação do Mico-Leão-Preto