Pantanal e Cerrado - MS

Projeto Tatu-Canastra

O tatu-canastra (Priodontes maximus) é a maior de todas as espécies de tatus existentes. Seu tamanho pode chegar  a um metro e meio de comprimento (do focinho à cauda) e mais de 50 quilos. Mesmo com esse tamanho e ampla distribuição por praticamente toda a América do Sul, é uma espécie pouco conhecida. Desde 2010, o projeto Tatu Canastra (realizado pelo IPÊ e The Royal Zoological Society of Scotland)busca levantar mais informações a respeito dessa espécie, seu comportamento e história natural, para a sua proteção.


Iniciativa Nacional para a Conservação da Anta Brasileira

O trabalho para a conservação da anta brasileira começou na Mata Atlântica e expandiu-se para o Pantanal e Cerrado, no Mato Grosso do Sul. São mais de 20 anos de trabalho que resultaram no mais completo e detalhado banco de dados, fundamental para planejar ações para a conservação da espécie.