Começar

Conservação da
biodiversidade

Conservação da biodiversidade

Pesquisa científica e inovação socioambiental. Ações de impacto com participação comunitária e educação na Mata Atlântica, Amazônia, Pantanal e Cerrado.

NOSSOS PROJETOS
Conhecimento
transformador

Conhecimento transformador

Na ESCAS – Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade, compartilhamos conhecimento e formamos líderes para a conservação e desenvolvimento sustentável.

VER CURSOS
Doe agora

Doe agora

Você faz toda a diferença para a proteção da biodiversidade brasileira. Seja um doador do IPÊ e faça parte da transformação da realidade socioambiental.

DOE AGORA

Notícias

Pesquisadora do IPÊ recebe prêmio da National Geographic Society, um dos mais importantes do mundo em conservação ambiental

II Seminário de Construção Coletiva de Aprendizados e Conhecimentos acontece em Brasília

De 4 a 6 de junho, o IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizam o II Seminário de Construção Coletiva de Aprendizados e...

Mestre pela ESCAS mostra como natureza influencia bem estar de pessoas hospitalizadas

Projeto Semeando Água

Tem como objetivo disseminar práticas sustentáveis que contribuem para o aumento da renda do pequeno produtor rural e ao mesmo tempo ampliam a conservação dos recursos hídricos, o que soma esforços para a segurança hídrica do Sistema Cantareira.

 

O projeto que está no segundo ciclo atua em cinco frentes: Manejo de Pastagem Ecológica, Restauração Florestal, Educação Ambiental, Políticas Públicas e Comunicação em oito municípios do Sistema Cantareira: Bragança Paulista, Joanópolis, Mairiporã, Nazaré Paulista e Piracaia, em São Paulo, além de Camanducaia, Extrema e Itapeva, em Minas Gerais.

 

Semeando água no Sistema Cantareira

A retirada das florestas é a principal causa da perda de muitos serviços ecossistêmicos, como a qualidade da água e redução da biodiversidade. As medidas para controlar este problema passam pelo reflorestamento no entorno de rios e nascentes e pela conservação do solo nas áreas com uso agropecuário. Para reverter esse processo, o IPÊ selecionou pequenos proprietários de áreas rurais dos municípios de Mairiporã, Nazaré Paulista, Joanopólis, Piracaia, Bragança Paulista e Itapeva (São Paulo) e Extrema e Camanducaia (Minas Gerais) para participarem da iniciativa.

Nessas cidades, as propriedades parceiras foram selecionadas de forma estratégica, a fim de conservar os corpos d´água e a biodiversidade ali existentes. Tais localidades, além de concentrarem nascentes, possuem áreas florestais que abrigam espécies ameaçadas de extinção e que formam um corredor florestal entre as Serras da Cantareira e Mantiqueira.

Junto com os proprietários, o “Semeando Água” influencia melhores práticas de uso do solo que contribuam para a conservação dos recursos hídricos (restauração florestal e manejo de uso de solo). Além disso, realiza atividades de sensibilização ambiental junto às comunidades locais onde as atividades técnicas de campo são realizadas com palestras, fóruns e reuniões que informam as comunidades sobre a importância ecológica dos municípios e sobre como é possível conservar os remanescentes ambientais.

Confira os resultados da primeira fase do projeto (2013 a 2015):

 

Contribuir para a recuperação de corpos hídricos em municípios que abrangem o Sistema Cantareira, por meio de atividades direcionadas a comunidades locais, que envolvem práticas de extensão rural, capacitação e educação ambiental.

  • Alexandre Uezu, pesquisador e professor da ESCAS, coordenador do projeto
  • Amanda Castro, estagiária de comunicação
  • Andrea Pupo, coordenadora de educação ambiental
  • Bia Aranha, estagiária de educação ambiental
  • Cibele Quirino, coordenadora de comunicação
  • Clinton Jenkins, coordenador acadêmico
  • Fabrício Rogério Castelini, coordenador de adequação de Sistemas Produtivos em Propriedades Rurais, com ênfase em pecuária e APPs
  • Gabriella Santana, estagiária de monitoramento de benefícios ambientais, restauração florestal e manejo de pastagem ecológica
  • Gianlucca Consoli, estagiário de educação ambiental
  • Guilherme Ricardo Alves do Carmo, técnico de campo
  • João Batista Gonçalves, técnico de campo 
  • Marcela Paollino, controller
  • Mauro Rufato Júnior, coletor de sementes
  • Paula Piccin, analista de comunicação
  • Pedro M. Pedro, pesquisador
  • Simone Tenório, coordenadora de políticas públicas
  • Tiago Pavan, coordenador de restauração florestal
  • Viviane Aparecida Pinheiro, assistente de desenvolvimento de projetos

Petrobras - Programa Petrobras Socioambiental 
(2017-2019)

Petrobras 
(2013-2015)