Coalizão Brasil - Clima, Florestas e Agricultura lança documento com propostas para economia de baixo carbono

Dia 24 de junho, a Coalizão Brasil - Clima, Florestas e Agricultura lançou o documento com propostas para adoção de políticas e ações efetivas de proteção, conservação e uso sustentável das florestas para cumprimento da meta nacional de redução da emissão de gases de efeito-estufa - responsáveis pelo aquecimento global.

A Coalizão é formada por mais de 50 empresas e organizações da sociedade civil. O IPÊ é um dos participantes. A ideia do grupo é promover e propor políticas públicas, ações e mecanismos financeiro-econômicos para o estímulo à agricultura competitiva de baixo carbono, pecuária e economia florestal que impulsionem o Brasil como protagonista na liderança global da economia sustentável.

O documento recém-lançado pretende colaborar com a meta de redução das emissões do Brasil que será encaminhada à ONU para a Conferência do Clima de Paris, a ser realizada em dezembro deste ano. O grupo apresentou 17 propostas, divididas em temas:

1) Implementação do Código Florestal, Regularização Fundiária e Cooperação Internacional;
2) Mecanismos de Valoração Econômica do Carbono e Serviços Ecossistêmicos;
3) Eixo Florestal e Agrícola.

A coordenação da Coalizão é de CEBDS, Diálogo Florestal, Instituto Ethos e Observatório do Clima. As empresas e organizações signatárias pactuam os seguintes compromissos:

- Cumprir os prazos de implantação do Código Florestal Brasileiro, especialmente com relação ao CAR e ao compromisso a ser assumido no PRA;

- Promover o compliance com o Código Florestal Brasileiro em sua cadeia de fornecimento; - Desmatamento ilegal e líquido zero em toda a sua cadeia de fornecimento;

- Nas compras corporativas de produtos de florestas nativas, exigir a comprovação de que a madeira é legalmente controlada ou possui certificação FSC® ou Cerflor. Passar a exigir a garantia de rastreabilidade para produtos de manejo florestal sustentável de florestas nativas, assim que esse sistema vier a ser implementado;

- Promover a elaboração de inventários de emissão de gases de efeito estufa e planos de ação para mitigação dessas emissões.

Para saber mais: www.coalizaobr.com.br